Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Escritório JNB: meio século de soluções




O Escritório Joaquim Neto Barbosa Advogados Associados (JNB), completa 50 anos de existência.
Nessas cinco décadas, o profissionalismo de seus colaboradores tem feito a diferença ao prevenir um problema ou resolvê-lo da maneira que contemple melhor os clientes, fazendo com que tenham dividendos positivos. Atualmente o Escritório JNB é presidido por Joaquim Neto Barbosa, advogado experiente e reconhecido pela habilidade em encaminhar o cliente para a solução que melhor atenda sua necessidade.

O JNB é conduzido com entusiasmo e paixão, condições fundamentais para fazer diferença na vida de pessoas e empresas. Para o Dr. Joaquim, “a atuação do escritório é extremamente importante porque quando você alavanca vidas, empresas, você contribui para as experimentações que os seres humanos precisam. Então quando você viabiliza que uma empresa pague menos impostos, que o empreendedor tenha menos preocupações e, consequentemente, avance mais no negócio dele, você ajuda a gerar empregabilidade porque ele, com o seu negócio, leva a solução para o que as pessoas desejam ter”, explica.

A advogado afirma também, que outra coisa importante “é que, quando aposentamos uma pessoa e ela começa a receber aquela remuneração mensal, é fundamental para a economia como um todo, porque é mais alguém com poder de compra. Isso tudo gera um círculo virtuoso que faz com que pessoas e empresas cresçam, o que resulta no crescimento da sociedade. É isso que vimos fazendo nesses 50 anos e faremos muito mais nos próximos 50”. Nesse sentido, ao longo deste meio século, o Escritório JNB tornou-se uma empresa de soluções jurídicas que atua no mercado levando satisfação e segurança jurídica.

O grupo
O grupo conta com mais de 30 profissionais. Todos estão preparados para oferecer a melhor assistência em segurança jurídica às pessoas que procuram os serviços do Escritório. O JNB possui sede nas cidades de Limoeiro, Carpina e Recife.

Postar um comentário

0 Comentários