Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Novembro Azul: como saber a hora de fazer o exame de próstata


Médico urologista explica quem pode estar no grupo de risco da doença

Dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que, somente no Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata. Considerado o tipo de câncer mais comum entre os homens, a doença é responsável pela causa de morte de 28,6% da população masculina, quando desenvolve os tumores malignos. 

O urologista do Sistema Hapvida, Antônio de Morais, acredita que a prevenção é muito importante para o diagnóstico e tratamento da doença. “Seguindo as recomendações da  Sociedade Brasileira de Urologia, homens acima de 45 anos e que possuem fatores de risco como histórico familiar da doença, obesos e afrodescendentes devem realizar os exames preventivos de próstata nessa idade. Acima dos 50 anos, todos os homens independente dos fatores devem fazer o exame. A prevenção é muito importante em todas as doenças, quanto mais cedo for diagnosticada, mais chances o paciente tem”, explica o médico. 

A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha ao formato de uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o sêmen.  A doença em sua fase inicial não apresenta muitos sintomas, o indicado é que todos os homens acima de 50 anos realizem os exames. 

Os exames preventivos para detectar a doença são feitos em três etapas para se ter o diagnóstico definitivo do câncer de próstata. “Os exames preventivos para detectar a doença são feitos em três etapas para se ter o diagnóstico definitivo do câncer de próstata. Primeiramente é realizado o PSA – Antígeno específico da próstata encontrado no exame de sangue. Em segundo, o médico urologista deve realizar o toque retal, que é muito importante para o diagnóstico, o último exame solicitado é o da ultrassonografia com biópsia que dará o diagnóstico definitivo de câncer de próstata”, ressalta o urologista do Sistema Hapvida, Antônio de Morais.

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Na fase avançada, os sintomas decorrentes são: dor óssea; dores ao urinar; vontade de urinar com frequência; presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

A prevenção é uma importante aliada para a cura do câncer de próstata, o diagnóstico precoce é a melhor forma de garantir a cura da doença e definir os tratamentos necessários para cada paciente que dependem de aspectos específicos para cada caso. 

Postar um comentário

0 Comentários