Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

CIAT e Microsoft colaboram na transformação e modernização das Administrações Tributárias da América Latina



Para modernizar as administrações tributárias, a Microsoft e o Centro Interamericano de Administrações Tributárias (CIAT) assinaram um Memorando de Entendimento para cooperação no desenvolvimento de boas práticas, conhecimento e algoritmos relacionados à análise avançada de dados e Inteligência Artificial (IA). O acordo busca consolidar o apoio da Microsoft para o desenvolvimento do Centro de Analítica Avançada do CIAT, que tem como objetivo compartilhar experiências e preencher lacunas  entre os países membros, inicialmente com a participação de Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Guatemala, Espanha e México.

Rodrigo Kede Lima, presidente da Microsoft América Latina e vice-presidente corporativo da Microsoft Corporation, e Márcio F. Verdi, secretário executivo e representante legal do CIAT, assinaram o acordo que promoverá o desenvolvimento de aplicativos de análises avançadas, contribuindo para a transformação digital do setor, por meio da implementação de mecanismos de identificação, avaliação e prevenção de violações de riscos fiscais.

Em um primeiro momento, a Administração Tributária da Costa Rica será o foco da iniciativa, fornecendo dados anônimos e seguros para a construção de um modelo de Inteligência Artificial (IA) que poderá ser aplicado aos demais países integrantes do projeto. O objetivo desta primeira etapa é demonstrar que o uso de dados devidamente anonimizados e criptografados na nuvem permite a criação de modelos analíticos de classificação de transações suspeitas ou fraudulentas. Além disso, a etapa estabelecerá um precedente sobre a possibilidade de colaborar na geração de conhecimento e compartilhamento de um código reutilizável entre as administrações tributárias.

De acordo com Rodrigo Kede Lima, o uso de tecnologias como IA e Machine Learning produzirá mudanças significativas, não apenas nas estruturas das Administrações Tributárias, mas também na forma de coletar informações, gerenciar dados e interpretá-los. “O acordo com o CIAT estabelece um roteiro para atender às necessidades tecnológicas das Administrações Tributárias e, assim, fornecer as ferramentas ideais para que elas possam prestar melhores serviços aos cidadãos e tornar a conformidade fiscal mais fácil e eficiente”, comenta.

Márcio F. Verdi destacou que a aliança oferecerá às Administrações Tributárias dos países membros a possibilidade da criação de modelos de simulação para a estimativa do potencial de arrecadação. "Através do Memorando de Entendimento, facilitaremos o uso da tecnologia pelas Administrações Tributárias de acordo com suas possibilidades e regulamentos para converter os dados coletados em informações acionáveis, ou seja, com os dados obtidos, decisões serão tomadas, bem como estratégias e regras serão criadas de acordo com a realidade de cada país", argumenta Márcio F. Verdi.

Os três pilares do Memorando de Entendimento são:

  • Desenvolvimento de habilidades: As Administrações Tributárias receberão treinamento adequado, de especialistas da Microsoft, para seu crescimento, aquisição de habilidades e competências individuais.
  • Centro de Inovação em Inteligência Artificial: Com a implementação das tecnologias mais inovadoras, o Centro criará estratégias para melhorar o gerenciamento de riscos e, com o uso da IA, buscará otimizar a tomada de decisão dos funcionários.
  • Portifólio de serviços: Serão criados centros de simulação em que as provas de conceito serão implementadas usando técnicas de IA.
  • Assim, o CIAT e a Microsoft estão confiantes de que a tecnologia contribuirá para a transformação digital das Administrações Tributárias, apoiando o cumprimento de sua missão,  reduzindo custos, minimizando fraudes fiscais e capacitando funcionários para que forneçam uma melhor resposta aos processos de controle e um melhor serviço aos contribuintes.

Sobre o CIAT

Postar um comentário

0 Comentários