Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

11 mitos e verdades sobre o visto dos Estados Unidos



Mesmo antes do anúncio da reabertura das fronteiras dos Estados Unidos, os serviços de emissão e renovação do visto registravam pelo menos um ano de espera para agendamento das entrevistas. Como não se sabe quanto tempo levará até que a situação se normalize, o aconselhável é dar início ao processo imediatamente caso você tenha a intenção de visitar o país nos próximos anos

Para que o pedido do visto seja atendido, fornecer dados verdadeiros é fundamental. Felipe Alexandre, fundador do escritório de advocacia especializado em imigração AG Immigation, afirma que o maior erro cometido pelos brasileiros ainda é mentir ou omitir informações. "Declarar no formulário de solicitação que possui um salário maior, dizer que está fazendo faculdade quando na verdade a matrícula está trancada, não informar que já teve o visto negado no passado... Todas essas informações podem ser facilmente descobertas caso o oficial consular faça uma verificação junto às instituições responsáveis", explica. 

Caso o entrevistador do consulado tenha a sensação de que o solicitante está mentindo ou encobrindo informações, a pessoa pode não só ter o visto negado como também receber uma punição que a impedirá de entrar nos Estados Unidos pelos próximos dez anos - ou até o fim da vida. Na entrevista a seguir com o advogado Felipe Alexandre, saiba quais são os mitos e verdades sobre o processo de solicitação do visto ou do green card.

1. Se eu colocar no formulário que tenho parentes ou amigos nos Estados Unidos, vão negar meu visto?

Mito. "Não há nenhum problema em dizer que possui parentes ou amigos residindo, trabalhando ou estudando legalmente nos Estados Unidos. Pelo contrário: pode haver um problema se você não reportar esta informação e as autoridades norte-americanas descobrirem posteriormente."

2. O pedido de visto de uma pessoa maior de idade não pode ser feito com base em seus pais?

Verdade. "A partir de 18 anos de idade é o próprio solicitante que deve comprovar que possui os requisitos necessários para ter o visto aprovado, independentemente da situação financeira ou profissional de seus pais, demais familiares ou representantes legais. Como as pessoas entre 18 e 21 anos geralmente ainda não têm estabilidade financeira no Brasil, elas acabam sendo as que têm mais chances de terem o visto negado. É uma questão cultural: os norte-americanos não entendem que uma pessoa com essa idade ainda esteja morando com os pais. A solução é tentar demonstrar para o agente consular que há elementos que façam a pessoa voltar para o Brasil - e os laços não podem ser exclusivamente os pais, é preciso ter uma vida própria."

3. A maioria dos vistos é negado?

Mito. "A maioria esmagadora dos vistos americanos no Brasil é aprovada. Atualmente, estima-se que a taxa de aprovação seja de 75% a 80% considerando todas as solicitações feitas anualmente na Embaixada dos Estados Unidos em Brasília e nos consulados americanos espalhados pelo Brasil."

4. Se tiver viajado antes para a Europa, aumentam as chances de aprovação visto?

Verdade. Embora isso não garanta a aprovação de um visto por si só, viagens prévias para a Europa e outros países desenvolvidos em quaisquer continentes ajudam a demonstrar para os oficiais consulares americanos que o solicitante não se aproveitou destas viagens para permanecer em solo estrangeiro.

5. Residentes de Minas Gerais têm mais chances de ter o visto negado?

Mito. "Existe uma crença de que mineiros têm mais chances de terem seus vistos negados, principalmente aqueles que são de cidades consideradas “foco” de imigração ilegal de brasileiros para os Estados Unidos, como por exemplo Governador Valadares e Ipatinga. Entretanto, esta fama não é verdadeira. Minas Gerais é o segundo estado com maior quantidade de vistos americanos emitidos no Brasil, perdendo apenas para São Paulo."

6. O cônsul recusou meu visto sem nem olhar ou pedir documentos.

Depende. "Embora uma avaliação apressada de um oficial consular possa fazer com que ele negue um visto sem muito embasamento, na maioria das vezes realmente nem é preciso pedir documentos adicionais ao solicitante de um visto. As próprias informações que já constam no formulário DS-160 e no sistema online do governo americano podem ser suficientes para determinar a aprovação ou negativa de um pedido."

7. Se eu tiver um green card e não morar nos Estados Unidos, posso ter meu status de residente revogado?

Verdade. Portadores de green card precisam de fato morar nos Estados Unidos para manterem o status de residente permanente. Caso uma pessoa permaneça mais de 12 meses fora dos Estados Unidos, seu green card é automaticamente revogado. Além disso, os oficiais da alfândega americana podem cancelar o documento caso entendam que o portador do green card está passando mais tempo fora do que dentro dos Estados Unidos.

8. Somente parentes ou cônjuges de cidadãos americanos podem se qualificar a um green card?

Mito. Embora a maioria dos green cards seja emitida para pais, filhos, irmão ou cônjuges de cidadãos americanos, existem diversos programas de vistos de imigração que concedem um green card para profissionais estrangeiros com base em suas carreiras, formação acadêmica, emprego ou investimento nos Estados Unidos. São os vistos EB (Employmen-Based), que têm se tornado cada vez mais solicitados por pessoas qualificadas do Brasil. 

9. Brasileiros não podem participar da Loteria de Vistos americanos?

Verdade. Atualmente, o Brasil não faz parte da lista de países elegíveis para solicitação do Diversity Visit, conhecido informalmente como “Loteria de Visto”. Com o objetivo de trazer o máximo de diversidade cultural para os Estados Unidos, o programa DV realiza anualmente um sorteio que concede green cards para cidadãos de nações que não possuem tantos imigrantes na América. Como o Brasil é responsável por muitos dos novos imigrantes, não participa deste sorteio há muitos anos.

10. Os Estados Unidos não estão mais querendo imigrantes?

Mito. "Muitas ordens executivas e medidas que foram adotadas nos últimos anos pelo governo norte-americano deram a impressão de que os Estados Unidos não desejam mais a presença de novos imigrantes no país. Isso não é totalmente verdade. Os Estados Unidos continuam dependendo de mão-de-obra e investimento estrangeiro para se manterem como a maior potência econômica do mundo. Existem diversos programas de green card disponíveis, especialmente para profissionais qualificados."

11. Vendedores devem informar o salário já somado à comissão?

Mito. "É comum no Brasil que alguns profissionais tenham um determinado salário registrado na carteira de trabalho, mas recebam um valor maior por causa de comissões e outras bonificações. Os oficiais consulares têm dificuldade de aceitar esse tipo de prática, já que aos olhos de um estrangeiro isso pode parecer uma tentativa de burlar o imposto de renda. Uma opção é levar no dia da entrevista uma carta do empregador confirmando o bônus salarial, mas não há garantias de que ela seja levada em consideração para aprovação do visto."

Via I MSN

Postar um comentário

0 Comentários