Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Redução de custos é a principal razão de empresa migrarem para nuvens

=


Servidores com acesso remoto de qualquer lugar do mundo, segurança digital para preservar os dados armazenados pelas empresas e a transformação dinâmica do trabalho são algumas das vantagens da computação em nuvem. Mesmo assim, nem sempre esses atrativos são suficientes para convencer uma parcela do empresariado a investir nesse tipo de tecnologia. Uma pesquisa realizada pela Accenture, empresa de consultoria de gestão, aponta que somente 13% das empresas migraram para a nuvem pensando estrategicamente. Foram ouvidos cerca de 4 mil executivos C-suite de diversas áreas, em 25 países – entre eles o Brasil – e 16 setores.

A pesquisa da Accenture, intitulada Ever-ready for Every Opportunity: How to Unleash Competitiveness on the Cloud Continuum, mostra que a redução de custos é a principal premissa que motiva os gestores.

O empresário Josney de Lara, diretor comercial da InfoWorker Tecnologia, analisa esse resultado e encara como uma oportunidade para o setor de Tecnologia da Informação apresentar outros serviços e soluções. “O empresário pensa com o bolso, ele busca lucros. Então, a conta que ele faz é se aquele tipo de investimento vai trazer algum benefício financeiro para o negócio. Mesmo que o primeiro contato seja com esse objetivo, é uma abertura para apresentar todo o portfólio de serviços e vantagens que podem trazer mais resolutividade e competitividade para a empresa”, salienta.

Apesar de proporcionar, de fato, a diminuição de custos, essa é apenas uma parte do processo, de acordo com Josney. Segurança, dinâmica de trabalho, eficiência e inovação são os verdadeiros diferenciais nesse processo.

COMPETITIVIDADE

O empresário explica que empresas que contam com um sistema de nuvem consolidado e estratégico tem um posicionamento muito mais competitivo. Essa afirmação também é confirmada pelo levantamento da Accenture, que aponta essas empresas como competidores contínuos.

“Elas são mais competitivas pois as informações não são centralizadas, o que simplifica as operações e o acesso aos dados por toda a equipe de colaboradores”, pontua.

Migração

Se antes o questionamento era sobre migrar ou não para a nuvem, hoje a pergunta é quando fazer essa transição. Há alguns anos as empresas tinham servidores físicos em suas sedes, com todas as informações em uma sala. Com os serviços de nuvem, os dados ficam alocados na rede, o que é muito mais seguro.

Na InfoWorker, empresa especializada em desenvolver soluções para corporações de médio e grande porte, houve um crescimento na procura pela computação em nuvem. De acordo com o especialista, essa onda de transformação digital foi impulsionada pela pandemia, mas precisa ser mantida por medidas estratégicas.

Mercado

Com a pandemia de Covid-19, todas as áreas ligadas direta ou indiretamente à tecnologia apresentaram uma expansão significativa em todo o mundo. No Brasil, o estudo Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências 2021, realizado pela Associação Brasileiras das Empresas de Software (ABES), mostrou que a indústria de tecnologia no Brasil cresceu 22,9% em 2020. Em números, foram investidos cerca de R$ 200,3 bilhões, considerando-se os mercados de software, serviços, hardware e também as exportações do segmento.

Infoworker Tecnologia e Treinamento

A InfoWorker Tecnologia e Treinamento é uma empresa de tecnologia especializada em soluções corporativas para médias e grandes corporações.

Parceira Microsoft Gold nas plataformas Cloud Productivity, Project and Portfolio Management e Data Analytics e Parceira Microsoft Silver nas plataformas Data Plataform and Colaboration and Content, a InfoWorker cumpre uma série de requisitos - como a referência de clientes, avaliação de competência de negócios e credenciais técnicas - para receber e manter tais certificações, criteriosamente chanceladas pela Microsoft.

Sediada em Curitiba, atende empresas em todas as regiões do Brasil.

Postar um comentário

0 Comentários