Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Paulo Câmara anuncia projetos de fomento e avança com o Plano de Retomada no São Francisco


Além de fortalecer os Arranjos Produtivos Locais, governador visitou obra de investidores no Sertão, que impulsionam a geração de emprego e renda

O governador Paulo Câmara aproveitou a passagem pelo Sertão de São Francisco para alavancar as ações do Plano de Retomada, focando também na economia do Estado e anunciando parcerias que impactam diretamente a geração de emprego e renda e o fomento aos Arranjos Produtivos Locais. Nesta sexta-feira (13.08), ele visitou o terreno onde será construído o Centro de Distribuição do Grupo Mateus, em Petrolina. O empreendimento, no modelo BTS (built to suit), vai gerar 250 empregos durante as obras e outros 400 quando já estiver em operação. Ao todo, a empresa pretende investir em Pernambuco cerca de R$ 1,7 bilhão.

Além desse CD em Petrolina, o Grupo Mateus pretende construir outro centro no Estado, e expandir os negócios com a criação de 41 unidades de varejo para a comercialização de produtos das marcas Mateus, Mix, Eletro e Camino. O prazo estimado para o desenvolvimento do projeto é de cinco anos, sendo as primeiras unidades previstas ainda para 2021, com a criação de 14 mil empregos diretos e indiretos.

“É muito importante o governo dar velocidade às ações que precisam ser feitas, diante do momento que ainda estamos passando. Nós pudemos nos planejar e agora temos questões que são urgentes e necessárias, como a imediata geração do emprego e da renda. Nosso Plano de Retomada vai investir recursos públicos, são R$ 5 bilhões até o final de 2022, em obras que já estão em andamento e que ainda serão iniciadas. Queremos acelerar, inaugurar o que está pronto e começar tudo para nos preparamos mais”, afirmou o governador.

Polo Empresarial – Paulo Câmara participou ainda, nesta sexta, da assinatura do convênio entre a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e a Prefeitura de Lagoa Grande, referente ao projeto de implantação do Polo Empresarial no município. Com uma área de 25 hectares, o espaço receberá principalmente empresas de fruticultura e vitivinicultura. Lagoa Grande é conhecida como a Capital Nordestina da Uva e do Vinho, onde estão localizadas cinco das sete vinícolas instaladas no Vale do São Francisco.

Com a assinatura do convênio, será concretizada a instalação da infraestrutura para atender à demanda de energia, água e gás natural, além da construção do acesso viário. Até o momento, já há duas empresas em negociação para se instalarem no local. O Grupo Bandex (Argentina), que possui unidade de embalagens plásticas para frutas em Campinas/SP, pretende gerar cerca de 40 empregos diretos, com investimento de R$ 15 milhões, em uma área de 4 hectares. Já a Carajás Agroindustrial, com matriz no Pará, deve gerar 51 empregos, com um investimento aproximado de R$ 24 milhões, numa área também de 4 hectares.


Força Local – Ainda durante a passagem pelo Sertão de São Francisco, na última quinta-feira (12.08) o governador assinou, em Petrolina, convênios com associações e cooperativas, por meio do Programa Força Local, para fomentar os Arranjos Produtivos Locais e setores econômicos, buscando também o aumento da competitividade e o fortalecimento dessa cadeia.

O projeto “Centro Comercial de Produtos da Agricultura Familiar de Izacolândia”, em Petrolina, também foi beneficiado. As 325 famílias da Associação dos agricultores e agricultoras familiares do assentamento Senador Mansueto de Lavor poderão requalificar o antigo Posto Fiscal da Receita Estadual, transformando-o num Centro Comercial de Produtos da Agricultura Familiar, com um investimento de R$ 350 mil. Isso vai permitir um melhor escoamento da produção, geração de emprego, renda e infraestrutura adequada para a implantação de um sistema operacional de negociação dos produtores. Além disso, os 37 membros da Associação ASCAMP de criadores de abelhas de Petrolina serão beneficiados com um projeto de mais de R$ 40 mil, podendo gerar emprego e renda e atender as adequações das instalações para a legislação sanitária e agregação de valor à produção de mel.

Com a Cooperativa de Produção Agropecuária de Afrânio – COOAFRA, foi acertado um projeto no valor superior a R$ 205 mil, beneficiando 225 sócios, para equipar a Usina de Beneficiamento de Leite com uma caldeira e uma máquina de monobloco, que permite potencializar a produção de queijo muçarela.

As 50 mulheres sócias da Associação dos moradores do bairro Josias Elpídio Rodrigues – AMBJER, em Dormentes, e suas famílias, foram beneficiadas com um projeto de mais de R$ 120 mil para modernização da agroindústria familiar, com adequações em alvenaria e aquisição de equipamentos e utensílios para processamento de alimentos derivados da produção da mandiocultura.

Postar um comentário

0 Comentários