Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

A pedido de Danilo Cabral, ministro da Educação terá que explicar falas preconceituosas contra estudantes com deficiência



O ministro da Educação, Milton Ribeiro, terá que explicar na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados a sua afirmação de que os alunos com deficiência atrapalham o ensino nas escolas. O colegiado aprovou, nesta quarta-feira (25), requerimento do líder do PSB na Câmara, deputado Danilo Cabral, solicitando a presença do ministro. De acordo com o socialista, a fala do ministro mostra o seu desrespeito e preconceito contra as pessoas com deficiência e a educação brasileira.

“O ministro precisa comparecer à Comissão de Educação para dar explicações sobre essa fala. A sua afirmação vai de encontro ao que está previsto na Constituição, na Lei Brasileira de Inclusão e nas metas do Plano Nacional de Educação (PNE), constantemente ignorado pelo ministro. O Plano, fruto de um amplo debate, apontou que o melhor caminho para garantir cidadania a essa parcela importante da população é o acesso à educação, preferencialmente nas turmas regulares de ensino”, argumentou o socialista. 

Danilo Cabral lembrou que essa não é a primeira vez que o governo Bolsonaro tenta ir de encontro a essa pauta. No ano passado, o governo publicou decreto retirando alunos com deficiência das turmas regulares. O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o decreto. “Essa tentativa é descabida e sem propósito”, afirmou o socialista.

A primeira vez que Milton Ribeiro falou sobre o tema foi em entrevista, no início do mês, no Programa Sem Censura na TV Brasil. O ministro da Educação, no entanto, voltou a dizer esta semana que algumas crianças com deficiência não devem estudar na mesma sala de outros alunos. Ele disse que não quer o “inclusivismo” e argumentou que certos graus e tipos de deficiência necessitam de classes especiais.

Foto: Dinho Souto/ Liderança do PSB na Câmara 

Postar um comentário

0 Comentários