Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Morreu no Recife aos 61 anos vítima da Covid-19 cantor Augusto César


Faleceu na noite de ontem (terça-feira, 20) por volta das 22h, o cantor pernambucano Augusto Cesar de 61 anos. O mesmo foi vitimado pela Covid-19 que já levou tantos outros artistas e pessoas comuns. Destes seus 61 anos Augusto tinha 35 deles dedicado à sua carreira musical onde cantou e encantou em várias cidades e uma delas foi Limoeiro onde o mesmo era querido e sempre que se apresentava recebia um bom público que se dividia entre admiradores de seu trabalho e fãs condicional do artista. A notícia de sua morte circulou logo cedo na manhã desta quarta-feira (21) pelas Redes Sociais e meios de comunicação, onde teve muita repercussão. A notícia logo foi confirmada por Elton Luna (filho do cantor) que informou a todos que o pai apresentou um quadro de insuficiência respiratória. Como muitos de vocês já devem saber o cantor pernambucano sofria de diabetes e insuficiência renal grave e após contrair o novo coronavírus, seu quadro de saúde se agravou ainda mais.

Ele estava internado no Hospital da Hapvida, na Zona Oeste do Recife desde a última segunda (19) e na terça-feira pela manhã ele precisou ser entubado, mas noite deste mesmo dia o cantor teve várias paradas cardiorrespiratórias e veio a óbito. O enterro será na tarde hoje no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife e devido ao diagnóstico de Covid-19, não está haverá velório. Augusto Cesar deixou quatro filhos e duas netas. Ele ficou conhecido em todo estado por suas canções românticas e parcerias com grandes cantores Pernambucanos e entre eles Adilson Ramos com quem gravou ", "Ela vai ter que decidir", um verdadeiro clássico de Augusto Cesar. O artista tem em seu portifólio algo em torno de 100 canções, dez CDs, cinco LPs, dois compactos e dois DVDs. Tricolor nato, ele recebeu um assingela homenagem do Santa Cruz, clube ao qual o cantor demostrava imenso amor.

Postar um comentário

0 Comentários