Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Felipe Arruda desponta como novidade nas eleições municipais 2020



Que a política limoeirense esquentou de forma prematura todo mundo sabe. E, com os grupos políticos sendo formados, vários nomes surgem para concorrer a uma vaga no legislativo. O ambiente político no município há muito tempo é marcado pelos mesmos nomes concorrendo ao cargo de vereador. São vários anos vendo praticamente as mesmas caras disputarem esse cargo. Mas o retorno esperado para um município que é tão importante no agreste pernambucano não aparece. Amarga a população uma falta de novas caras para trabalhar por novas realidades.

O ano de 2020 já mostra algo diferente para as eleições municipais. Novos e promissores nomes estão aparecendo, ainda que como possibilidade, bem falados na sociedade e até desejados pelo eleitorado, por exibirem atributos e comportamento que tanto o povo de limoeiro quer. Nessa premissa, um nome vem ganhando destaque entre os jovens, os agrários e os criadores. O agropecuário Felipe Arruda (PODEMOS) se coloca à disposição do cargo, lançando seu nome como pré-candidato e já contando com grandes apoios nesta empreitada, como o do deputado federal e presidente estadual do PODEMOS, Ricardo Teobaldo.

“A cada quatro anos os mesmos se apresentam, prometendo novidade, esperança e uma cidade melhor para se viver. Mas, passado o quadriênio, tudo que foi prometido fica no irrealizável. Quero a oportunidade de trabalhar por uma Limoeiro melhor, estar presente na cidade e no campo, buscando saber as necessidades da comunidade, cobrar do executivo para que se faça jus aos impostos pagos. A juventude e os trabalhadores, que fazem nossa cidade funcionar, merecem outro futuro”, pontuou o pré-candidato. 

Engajado, também, nas lutas por melhorias no setor rural, na agropecuária e no meio ambiente, Felipe traz em sua cartilha de compromissos, a ampliação de convênios com a Embrapa, Senar, Secretaria Municipal de Agricultura e Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários. “Homem do campo precisa de estrutura para produzir. Está é uma de nossas bandeiras”, finalizou.

Postar um comentário

0 Comentários