Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Instituto Histórico prepara atos virtuais para comemorar os 209 anos de emancipação política de Limoeiro


O Instituto Histórico, Geográfico e Cultural de Limoeiro (IHGCL) está preparando atos virtuais para homenagear o município pela passagem de seus 209 anos de Emancipação Política, comemorados no dia 27 de julho.

A ideia consiste em divulgar vídeo e áudio com pessoas dizendo “O Que Limoeiro Significa” para elas. Os vídeos serão publicados nas redes sociais e podem ter 1 minuto de duração. Já os áudios devem ser de até 30 segundos para serem veiculados nas rádios Cultural FM e Princesa do Capibaribe. 
Ambas as emissoras fecharam parcerias com o IHGCL para veicularem os áudios a partir desta próxima quarta-feira, 22, até a segunda-feira, 27, data da Emancipação.

Por sua vez, a Rádio Jornal Limoeiro fará um programa especial no dia 27, das 10h às 11h, com entrevistas, músicas, poemas e o Hino de Limoeiro para homenagear a cidade pelo seu aniversário. 

“Foi uma forma eficiente que encontramos para homenagear o nosso município pela passagem de sua Emancipação Política, pois o distanciamento social não permite que o façamos presencialmente. Então as pessoas que amam Limoeiro, por terem algum tipo de ligação com a cidade, podem demonstrar seu amor por esta terra através de vídeo ou áudio”, explicou o presidente do IHGCL, Sivaldo Venerando.

Quem quiser participar do projeto deve dizer seu nome e o que Limoeiro significa pra você, demonstrando seu amor por nossa cidade.

Os áudios e vídeos podem ser enviados para os seguintes números de whatsapp: 81 9 9856.7529 / 9 9639.1882 / 9 9746.9867

Emancipação 
O município foi emancipado em 27 de julho de 1811 através do Alvará Régio expedido pelo príncipe regente, D. João, a pedido do governador de Pernambuco Caetano Pinto de Miranda Montenegro. À época foi instalada a Câmara Municipal, que incluía vereadores e administrador e o judiciário, além do pelourinho e de uma milícia. Portanto, Limoeiro deixou de depender de Igarassu e ficou independente já no início do século XIX.

Foto: André Rocha e Wilker Mattos

Postar um comentário

0 Comentários