Últimas Notícias

Dispositivo que funciona com água mata larva do mosquito aedes aegypti



A luta contra as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti não pode ter trégua. Engenheiro florestal, mestre em Energia Nuclear e doutor em Fisiologia Vegetal, Fernando Encarnação criou um dispositivo que vai ajudar a conter o problema em sua fonte: o mosquito. O equipamento, chamado Econtroles, atrai a fêmea, induz a postura de ovos e a eclosão, eliminando as larvas em seguida. Feito de plástico reciclável e com funcionamento apenas com água, o Econtroles será lançado oficialmente no Startup Health, espaço de negócios inovadores dentro da HospitalMed, feira realizada desta quarta até o dia 18 deste mês no Centro de Convenções.

O cenário em que o Econtroles se insere é preocupante. Em 2016, foram registrados mais de 1,5 milhão de casos de dengue, 271,8 mil de chikungunya e 215,3 mil de zika em todo o País, segundo dados do Ministério da Saúde. Mesmo com a queda registrada no início deste ano, a atuação contra a proliferação do mosquito não pode esmorecer. Até porque há ressalvas em relação aos dados - como influência do ciclo natural da doença e suspeita de subnotificação - e dezenas de milhares de pessoas ainda são afetadas com sintomas e até mesmo com a morte. Em maio, a dengue fez sua primeira vítima fatal em Pernambuco.  Outro ponto a se observar é que casos de chikungunya, que tem efeitos mais abrangentes e nocivos do que a dengue, crescem nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte. O Nordeste teve retração, mas, ainda assim, mais de 25 mil pessoas foram afetadas até 15 de abril deste ano. Além disso, com a intensidade do ciclo chuvoso, o número de casos de doenças causadas pelo Aedes aegypti tende a aumentar.

Como Funciona: Fernando Encarnação explica que a inovação do Econtroles é unir em um só dispositivo as condições que atraem a fêmea e acelera a eclosão dos ovos. “É o uso de biofísica em um dispositivo de baixo custo que mata a larva do mosquito sem uso de farmacoquímicos”.  Na prática, é criado um microecossistema "acelerado", feito apenas com iluminação natural e água. Assim, é reproduzido dentro uma área mínima o que a natureza levaria um ano para fazer. Com essas condições ideais, a fêmea é atraída para a postura de ovos e estes eclodem mais rapidamente, porém as larvas são se desenvolvem por ficarem presas na estrutura do dispositivo e morrem em seguida, eliminando toda uma geração de mosquitos.

O equipamento tem 4,5 centímetros de altura, é feito de plástico reciclado e pode ser instalado em qualquer ambiente interno ou externo, seja uma residência, a área comum de condomínio ou um hospital, pois não tem contraindicações e alcança até 10 metros de distância. Depois de instalado, o equipamento dura cerca de 1 ano, com necessidade apenas de reposição de água a cada 20 ou 30 dias. 

“O Econtroles elimina todos os elementos das gerações sucessivas dos mosquitos, reduzindo rapidamente a população dos insetos, especialmente do Aedes aegypti”, diz Fernando. Ele ressalta, entretanto, que o maior diferencial é a interrupção do ciclo vital sem interferência no desenvolvimento do inseto. “Ao contrário de todos os outros métodos químicos, bioquímicos, genéticos e radioativos, o princípio de funcionamento do nosso dispositivo não promove a criação de variedades resistentes. Muito pelo contrário, é a forma mais rápida, prática e segura para eliminá-las”, esclarece.

Assim como todas os negócios inovadores que estarão Startup Health, o Econtroles já tem patente requerida. Em fase inicial de produção dispositivo será comercializado em kits com 3 unidades - o ideal para uma casa, por exemplo. Cada unidade terá preço promocional de lançamento de R$ 60 durante o Startup Health, para onde serão levados 3 mil kits, cada um ao preço de R$ 180.

SOBRE O STARTUP HEALTH
Com patrocínio do Sebrae e apoio do Porto Digital, o espaço de negócios inovadores vai reunir 22 startups e serviços relacionados dentro da 5ª edição da HospitalMed, maior feira do Norte/Nordeste de negócios do setor, que começou nesta quarta e segue até sexta (18) no Centro de Convenções de Pernambuco.

A iniciativa ocupa área de 250 m² dentro da HospitalMed. O ambiente também conta com palestras, painéis e mesas-redondas sobre inovação, saúde e empreendedorismo. O espaço tem patrocínio do Sebrae. Mais informações no sitewww.startuphealth.com.br.

Startup Health 2017
16 a 18 de agosto, na HospitalMed

Centro de Convenções de Pernambuco. Mais informações: www.startuphealth.com.br

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.