Propaganda

Últimas Notícias

Em limoeiro, a Educação entra na luta contra o Aedes‏



A AESLI – Autarquia de Ensino Superior de Limoeiro foi palco do lançamento nacional da Educação no combate ao mosquito Aedes Aegypti. O auditório ficou lotado de gestores de escolas públicas, professores, alunos, autoridades e sociedade civil. Segundo a secretária municipal, Rosejara Ramos, nesta manhã (19), a cidade deu o pontapé inicial na campanha de mobilização que foi definido pelo ministério da Educação e FNDE - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. “Essa forma de agir, foi do entendimento dos Ministros, que a Educação é um instrumento muito poderoso, historicamente determinado num país, nessas mobilizações de comunidades para determinados fins. A educação foi capaz de mobilizar toda uma sociedade contra a ditadura, em defesa da democracia, pela anistia e tantos outros embates. Então não é desta vez, que a Educação f icaria de fora”, ressaltou.


A secretária ainda lembrou sob a soma de forças entre a Saúde e Educação no Município. “Com essa mobilização encampada no município foi muito exitosa. Com certeza essa ação deverá juntamente com a ação da Saúde já estão realizando nas comunidades, a informação chegará com força total. Limoeiro definitivamente deverá banir este mal dos nosso lares”, concluiu. O momento ainda contou com a apresentação do coquista Zé de Teté, onde cantou a sua mais nova canção que retrata a dor dos efeitos de alguém que foi picado pelo mosquito. Também compôs a programação uma apresentação de um cordel de forma teatral, onde um interiorano luta contra o famigerado mosquito. Logo após, quem assumiu foi o presidente do grupo Sociedade Ativa, Fernando Oliveira, o qual palestrou sobre os meios alternativos e naturais de combate ao inseto transmissor da dengue, zika e da chikungunya.

Segundo o palestrante a parceria entre a gestão municipal e o grupo Sociedade Ativa, muitos trabalhos poderão ser desenvolvido de forma mais rápida e eficaz. “Foi através dessa sensibilidade, que a gestão vem dando suporte técnico e logístico para que possamos seguir com as ações, uma vez que, sem essa ajuda, teríamos apenas uma apenas em uma comunidade. Dificilmente se estenderia a toda sociedade Limoeirense”. Fernando ainda falou sobre as futuras atividades que serão feitas em parceria com a rede municipal de ensino de Limoeiro. “Agora com essa parceria, iremos potencializar nossas ações. Iremos confeccionar com garrafas PET armadilhas para atrair o mosquito e realizar o cultivo da crotalária, planta que atrai um dos principais predadores dos mosquitos: a libélula”, falou entusiasmado o palestrante.

Confira fotos







Fotos Erivaldo Carvalho | DI.PML

Departamento de Imprensa
Prefeitura Municipal de Limoeiro

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.