Propaganda

Últimas Notícias

Parceria visa valorização do confeito de festa.



No último final de semana, dias 08 de 09 de março, o Município de Limoeiro recebeu uma equipe técnica que integra a Comedoria Popular Produções Culturais, da cidade do Recife. A visita, que foi articulada pelo Secretário de Turismo e Lazer de Limoeiro e Presidente da Astur/PE, André Quirino, teve como foco a melhoria da produção do confeito de festa.

Limoeiro é responsável pela produção da maior parte do confeito que é consumido nas festas religiosas mais tradicionais do nordeste brasileiro. O doce, aparentemente simples, passa por um complexo processo de elaboração. E se depender do secretário André Quirino esta tradição gastronômica ganhará maior notoriedade “Apesar das dificuldades de produção, muitas famílias limoeirenses, residentes no distrito de Gameleira, resistem e insistem na sua fabricação. Estamos juntos com o projeto da Comedoria Popular para valorização do produto, melhoria da qualidade de vida dos seus fabricantes, preservação da nossa cultura e promoção do destino Limoeiro.”, afirma André.

Para Ana Cláudia Frazão, Diretora Executiva da Comedoria Popular, o confeito de festa se destaca como patrimônio imaterial, inserido no rico receituário e valores culturais de Pernambuco. A diretora vem traçando algumas formas de melhorar a produção do doce. “O confeito de festa tem um sabor especial da nossa história que está contido desde a preparação. Em consonância com esses valores, estamos diante da perspectiva para uma ação que pode promover mudanças e melhorias a uma antiga prática de trabalho, fundamentadas pela paciência e devoção de Dona Maria, sua família e demais comunidades limoeirenses que se destacam na feitura e comercialização do doce".

Historicamente Ana Cláudia destaca a importância da valorização e perpetuação da produção desta cultura gastronômica na cidade de Limoeiro. “O confeito de festa é parte integrante dos famosos tabuleiros populares, tão tradicionais nas festividades religiosas e que representam o elo entre o sagrado e o profano, um rito que certamente perpetua nossos hábitos e saberes tradicionais em solo pernambucano”, finaliza Frazão.

Confira algumas fotos sobre este tema abordado aqui no Coisas da Vida



Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.