Propaganda

Últimas Notícias

Rosélis Alves expõe brinquedos em tela no Galpão das Artes

Aconteceu na noite desta quinta-feira (21) a exposição da artista plástica e arte-educadora, Rosélis Alves, que teve como tema memórias da infância e contou com quadros belíssimos que retratam brinquedos de nossa infância e toda aquela nostalgia. O Galpão sempre inova e sede espaço aos grandes eventos e este é um deles. Esteve presente também a diretora da escola Pentágono, Rosejara Ramos, que recém chegou do Rio de Janeiro e participou da convenção Rio mais 20. Vale salientar que ela foi à única representante de Limoeiro neste evento mundial. O artesão Bolinha deu aquele toque de requinte e bom gosto com seu “Trio Nordestino”. Quem também esteve presente foi Ana Paula, da companhia teatral Manoel Ferreira (de Orobó).
Artesão Bolinha, Fábio André e pintora Rosélis Alves
Sentado a mesa em conversa com o contador, Jaílson Gomes, nossa reportagem fez a seguinte pergunta ao mesmo: Para você o que é investir em cultura? Ele nos relatou que investir em cultura é valorizar a arte local e dar espaço aos artistas em toda sua forma de cultura. Outro que teve presença mais que confirmada foi Mano de Baé que com seu pandeiro veio direto de Tracunhaém para mostrar o bom do coco e da embolada. Angélica Vidal fez uma participação especial e também mostrou o porquê ser uma das vozes mais bonita da nova geração limoeirense. Todo evento começou às 20h: 30m e contou com presenças de pessoas ilustre de nossa de cidade. A frente do Pontinho de Cultura e ponto de memória Galpão das Artes ficou muito aconchegante e contou com mesas enfeitadas para receber pratos saborosos da cultura mexicana. Sílvio Rodrigues, esse é o nome do chefe de cozinha que assina o cardápio da comedoria e convenhamos; Ele tem a mão cheia para o bom dos temperos mundiais.

Virgínia Aquino, Edna Alves e Finha Artesã


 Ao entrar no Galpão nos deparamos com obras de arte e entre elas as bonecas de pano da artesã Finha que fazem o maior sucesso por onde ela passa e mostra toda sua habilidade de limoeirense porreta.
Dentro do Galpão, Fábio André, apresentou a todos os participantes da exposição e um dos homenageados foi o maestro Laurivan Barros que é forma viva de cultura. Rosejara Ramos falou de sua estadia na Rio mais 20 e de todo apoio dado pelo governo estadual para que nosso estado seja um estado de sustentabilidade e possa investir em reciclagem e toda cultura verde. Como escola; Sua instituição de ensino investe no verde e este ano o “Tecnoquest” vai tratar de reciclagem e fazer os limoeirenses reciclarem suas ideias. Rosélis Alves explicou sobre sua exposição e o convite feito por Fábio André a ela para criar quadros relativos à infância. A artista não teve demora e produziu uma pinacoteca com belas imagens retratadas em cores fortes que justificam o porquê de seus quadros sempre serem marcantes. O quadro principal é o “Mané Gostoso” e este foi em homenagem ao Galpão que sempre leva este brinquedo para onde vai.
Sílvio Rodrigues Chefe de Cozinha
O artesão Bolinha falou de sua felicidade em esta no galpão e retratou sua satisfação em ver seus trabalhos reconhecidos nacionalmente. Projetos até 2014 afirmam que os hotéis pernambucanos receberão artes de nossa cultura, foi o que declarou o artesão em uma de suas falas ao público que estava presente. Ele ainda salientou que o governo pretende investir nos artesões para que o mundo possa conhecer nossa cultura e arte local. Quem veio pode ver lindos quadros e recordar brincadeiras de infâncias que hoje estão apenas na memória dos saudosistas. Sempre que há eventos deste porto o Galpão das Artes se enche de luz e fica irradiado com belas exposições e apresentações de nossa cultura. Outra coisa que chamou atenção dos que estavam presentes a exposição foi o cheiro, mas não era qualquer cheiro e sim o vindo da comedoria do Galpão, que, diga-se de passagem, incendiava o local e dava aquela fome, pois comida gostosa era o que não faltava no local. O som de Luiz Gonzaga dava o toque final ao evento e mostrava a todos o que temos de melhor em nossa cultura.
Alguns quadros de Rosélis Alves
Presenças ilustres como a da vice-prefeita de Limoeiro, Virgínia Aquino, a professora Zuleide, alguns blogueiro, a professora Ceça Amorim, e limoeirenses apreciadores da boa arte deixou o local ainda mais bonito. O Coco de Mano de Baé animou a todos que interagiam com o artista de uma forma única como se já ensaiassem a longas datas. Era uma sintonia perfeita entre tocador e apreciadores. Angélica foi à responsável pelo acompanhamento e a segunda voz do coquista. Foi uma mistura perfeita; Arte plástica, musicalidade e comida da boa. O que faltou mais? Acho que nada. Todos saíram do evento relembrando momentos de criança e se perguntando: Este quadro ficaria lindo na minha sala!


Veja mais algumas fotos do evento:















Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.